segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Lista de desejos

A vida é engraçada, dias de alegria, outros de muito trabalho, uns de sossego, outros de agitação, hoje é dia de listar desejos simples:
Quero ver o amanhecer com calma, sabe aquele céu avermelhado com a luz invadindo por todos os lados...
Dormir nos fins de semana sem ouvir o pancadão que alguns vizinhos insistem em compartilhar com todos do bairro, só quero o som do vento e se puder algumas gostas de chuva batendo na janela numa melodia perfeita para dormir nos lençóis de algodão com o quarto bem escurinho.
Alguns cds:
Raimundo Fagner & Zeca Baleiro 
 Comigo, Pérolas aos povos, ambos da Rita Ribeiro, dois cds lindos!
The Best of the Manhattans: Kiss and Say Goodbye

Viajar pra Fernando de Noronha e ficar uns dias sossegada só apreciando as belezas da vida.
Um dia num SPA, massagens, banhos perfumados, ai ai...
Tomar sorvete de castanha do Pará na Cairú assistindo a chuva da tarde.

Continuar viva, respirando bem, com duas pernas fortes para andar e dançar muito, sentir cheiro de jasmim e canela, tomar vinhos saborosos, e amar, me apaixonar pelo simples e fundamental!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Pertubada, imapaciente em pleno inferno astral...

Sumi uns dias deste mundo paralelo que me consome tanto, estou sem modem e usando um emprestado de uma alma boa que resolveu me dar alguns momentos de alegria.
Entrei no meu inferno astral, e só percebi porque as coisas ficaram estranhas, mais do que costumam ser!
Estou tão desorganizada que me surpreendo de conseguir respirar no ritmo, e além do mais vendo com olhos de águia, as verdades estão escancaradas e cravadas no peito feitos estacas pra ficar sangrando e marcar presença.
Que no universo existem mais coisas que podemos enxergar isto não é novidade, mas passei por fases de pressentimentos intensos, sensações esquisitas e o corpo ficou um pouco enfraquecido, nem sabia que podia aguentar tanta coisa calada pra não dar bandeira de coitadinha, mas agora que passou posso pelo menos citar.
Hoje é dia 20 de fevereiro e a distância da internet me deu tempo pra analisar tanta coisa, mastigar e engolir o que estava latente, será que algo sobreviverá depois deste mês que conto até o próximo outono?
Minha língua este ano está afiada, minha paciência pequena, e quero mesmo despejar o que der vontade, e se alguém se incomodar pode entrar na fila, já tem gente nos primeiros lugares...
Algumas pessoas que convivo são como margaridas, belas, fortes e simples, gente sem frescura que se mostra logo não fica fazendo tipinho e estas pessoas serão poupadas da minha fase pertubada, agora as restantes...furacão tem nome de mulher pra deixar claro que a fúria feminina é algo avassalador.
Estou sem relva para me esconder, bicho acoado que ataca para garantir a sobrevivência, e ainda a lua cheia fica linda no céu com este clima quente que faz meu sangue ferver, espero que no outono caiam muitas folhas e forrem o chão de algum lugar que eu passe devagar ouvindo o barulho delas se quebrando lentamente.
E agora vou passar os próximos dias meio gente, meio fera, quem corre o risco de sair ferido por ter pisado na bola fique longe, não respondo por minhas reações, este é o meu ano de experimentar, quero emoções intensas e elas podem ser de qualquer natureza.
E finalmente, se estou no meu inferno astral quer dizer que meu aniversário se aproxima...e se é ano de experimentar...preciso pensar com calma no que desejarei na hora de apagar as velinhas.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Gosto muito...

Nossa que poder é esse que a música exerce sobre minha mente, passei o dia na maior nostalgia, cada pensamento uma canção, engraçado que dava pra sentir o cheiro e relembrar as sensações do tato, da visão, do paladar...
Sou inconstante, mas a música me toma de tal forma que pode até cair a casa mas embalada numa boa canção acabo por me manter no prumo!
Das sensações que revivi, algumas tão distantes, perdidas no tempo, marcadas por tantos descaminhos e escolhas esta sempre me inspira...Retomo uma fase da vida tão leve, era tão fácil acreditar na possibilidade de tocar o céu e de certa forma me sentia tão plena...

Palavras do Coração



Bruna Caram


"São sorrisos largos

Lagos repletos de azul
Os corações atentos
Ventos do sul
São visões abertas
Certas despertas pra luz
A emoção alerta
Que nos conduz

Sonhos aventuras
Juras promessas
Dessas que um dia acontecerão
Você me daria a mão?
Todos estes versos soltos dispersos
No meu novo universo serão
Palavras do coração


Os artifícios
Vícios deixando de ser
Os velhos compromissos
Pra esquecer
São pontos de vista
Uma conquista comum
O mesmo pé na estrada
De cada um


Sonhos aventuras
Juras promessas
Dessas que um dia acontecerão
Você me daria a mão?
Todos estes versos soltos dispersos
No meu novo universo serão
Palavras do coração."

Composição: Otávio Toledo / J.C.Costa Netto


Para quem ainda não teve a oportunidade de ouvir esta cantora com uma voz incrível, afinadíssima deixo o link com o clipe no youtube, vale a pena dar uma olhadinha!

Os significados que damos aos acontecimentos na vida depende de como encaramos a jornada, se olharmos o mundo com medo provavelmente perderemos o melhor que a vida pode nos dar que é simplesmente arriscar e ser.
E gosto muito de viver com direito a trilha sonora, encontros e desencontros!!!


http://www.youtube.com/watch?v=CybFAalDP_w&feature=player_embedded

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

De volta ao mundo real

Férias são como sorvete de limão em dia quente, refrescam mas acabam rápido! As minhas acabaram, e foram suficentes pra descansar, conhecer e até fantasiar, afinal a vida pode e deve ter um pouco de sonho pra adoçar os dias e deixar boas lembranças.
Ganhei reencontros com pessoas queridas, conheci novas, vi outras paisagens e me permiti ser, sem amarras, timidez ou medos.
Fevereiro começa e viro a página, quero trabalhar o suficiente pra continuar amando minha profisão, gostar da minha rotina pois isto é real, tocar e ser tocada, e me amar muito.
2011 vem de forma leve, sem ambições materiais, já tenho tudo o que preciso, minha vida profissional também já está definida, precisarei me organizar pra aprender, descobrir novas formas de me comunicar.
Deixo com as férias sonhos doces, imagens vividas e criadas, sensações descobertas, mundos visitados.
Me visto de mim... Se é que sei realmente quem e o que sou, me reinvento tanto que duvido do que vejo na frente do espelho.
Meu coração já se estilhaçou muito e descofia dos sentimentos a sua volta, talvez meu destino seja mesmo ser só...e quem sabe isso pode até ser bom.
Que 2011 seja um ano de verdades, descobertas, definições. E se pudesse inventar uma oração pedindo bençãos pediria só amor, pois o resto vem com o tempo é só o amor o que realmente importa, e não me refiro as paixões, mas ao sentimento de querer bem, cuidar, tocar o outro com palavras, estar presente mesmo quando os olhos não se encontram.
Sentirei falta dos abraços que recebi, mas guardarei na memória o que foi vivido.