quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Adeus 2009

Encerro toda angústia, fecho as portas sem arrependimentos...
Neste ano de desencontros, despeço-me do que não cabe mais, deixo espaço para a alegria.
Adeus 2009, leva contigo o medo de fraquejar, a insconstância dos sentimentos, a mentira o eterno esperar!
Não derramarei uma lágrima, nem citarei com rancor o passado, serão fatos encerrados!
Começo, meio e fim...tudo no seu lugar!

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Saudade

Acordei com uma sensação de vazio que logo foi transformada em algo devastador, uma imensa saudade...
Revi mentalmente pessoas da minha infância, amigos e familiares que há muito tempo não encontro, me pergunto como estão?
Passo tanto tempo trabalhando que esqueço de telefonar ou mesmo ir ao encontro de pessoas importantes, mas não significa que deixo de amá-las.
Lembro de tardes de sol, na rua de terra cheia de buracos que me pareciam cratéras, acompanhada de outras crianças recolhendo sementes de mamonas para iniciar uma batalha entre bolotas e risos, que sempre terminavam ao som da voz da minha mãe me chamando para entrar.
Dos trabalhos em grupo para fazer maquetes de sucatas, das discussões sobre como dar forma ao imaginado e dos lanches deliciosos que as mães preparavam.
Da primeira vez que beijei e voltei para casa com as bochechas vermelhas temendo que todos descobrissem meu segredo.
Das paixões arrebatadoras da adolescência que pareciam amor eterno e sangravam a cada fim.
Posso sentir ao fechar os olhos o calor do colo da minha mãe que possuia um poder único, um perfume doce de acalento e proteção.
Saudade do toque das mãos macias de bebê da minha filha que enrolava os dedos nos meus cabelos enquanto a amamentava, e de seu olhar sereno que me traziam o poder que só as mães sabem que possuem.
Tantos abraços, olhares e toques que se foram e deixaram só a memória...
Talvez o fim do ano seja responsável por toda esta nostalgia, tento descobrir, mas desconfio que minha frieza diante de alguns acontecimentos e minha insconstância no sentir sejam mais determinantes.
Durante a construção da minha história fui me adaptando e modificando minha essência, perdendo sensibilidade para adquirir força.
Sinto saudade de sentir...lembrar do frio na barriga, das pernas bambas, mãos suadas e olhar brilhando, é tudo tão distante e alheio agora.
Queria me reencontrar para descobrir onde abandonei o sentir mesmo que fosse necessário o sofrer, não suporto mais o morno o seguro!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Natal

Tempo de estar ao lado de quem realmente nos ama, aquelas pessoas que dão abraços fortes e olhares ternos, que nos amam mesmo conhecendo nossos piores defeitos, que permanecem em nossas vidas mesmo com o passar do tempo.
Agradeço a sorte de ter minha filha sempre ao meu lado pra exercitar o amor de forma pura e ilimitada! De conviver ao lado da minha mãe e ser acolhida com tanto carinho, descobrindo todos os dias que ela é e sempre será a melhor amiga do mundo, alguém realmente confiável capaz de me ouvir e compreender!
Natal também é tempo de lembrar dos que estão distantes e fazem parte da nossa jornada nesta vida, falar de sentimentos e desejos, compartilhar guloseimas, rir do banal e até trocar mimos pra dizer simplesmente..."me importo com você!"
Nesta vida é muito fácil encontrar compania porém é difícil ter companheiros, aquelas pessoas que permanecem em nossos caminhos seja nos corações ou ao alcance dos olhos...
Que todas as pessoas que amo possam receber saúde pra disfrutar a vida, que acordem cedo e sintam-se animadas diante do novo, e possam contar com o conforto do meu abraço sempre que necessitarem!!
Natal tempo de esperança e de comilança, vamos aos panetonnes e docinhos!
Beijos para todos e obrigado pelas mensagens e telefonemas!!

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Bonança

Termino mais um ano de trabalho aliviada, passei vários dias torturada pela incerteza, sofrendo com medo do destino.
E de tudo o que se passou aprendi que de onde não esperamos vem a mão amiga, que pessoas boas existem, e que sempre haverá uma saída.
Me senti acolhida, querida e isto não tem preço.
Procuro manter minha mente limpa de sentimentos nocivos, mas esta fase conturbada me fizeram questionar tanta coisa, ficar ressentida com o mundo...Mas tudo passou, a tempestade o furacão, agora é só aproveitar a bonança!
Obrigado Deus por enviar anjos no meu caminho, por manter viva minha fé, e me dar a oportunidade de continuar, tenho muito pra fazer!

domingo, 20 de dezembro de 2009

Lua
Shirlei

Fatalidade


Não existe nada sem solução, mesmo que não concordemos com o resultado...
O mundo continuará a existir indiferente das nossas escolhas, o sol vai brilhar e a noite vai surgir.
Fatos serão sempre fatos e as palavras nunca serão mais fortes que a realidade...

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Cortar o tempo


"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número
e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente."

Carlos Drummond de Andrade

...poesia enviada por alguém especial que me conhece muito bem, o suficiente para me entender.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Pensamento e perda

Refleti e conclui, o futuro não existe é tudo projeção, e pra ser sincera acho que o presente não é muito confiável também, devo estar ficando maluca mas enquanto digito o agora já virou passado... e estou chegando a conclusão que a única coisa concreta é a nossa memória do passado pois até ele não é tão confiável assim, afinal só lembramos do que nos convém.
Passado, presente e futuro tudo tão subjetivo e pra que ficamos tão preocupados com isso?
Existem fatos inevitáveis, mas de resto é tudo fruto da nossa imaginação, da mania humana de criar verdades perfeitas de querer interpretar tudo e viver nada.
Estou ácida...nem estou me aguentando, melhor aproveitar o instante e deixar a filosofia pra depois, para as próximas projeções... Estou perdendo tempo, estou perdendo pensamento, já me questiono sobre a função deste blog, continuo escrevendo só pra mim afinal não recebo comentários...será que não devo voltar pro meu velho caderninho que escondo embaixo de sete chaves?
Devo mesmo estar maluca, tudo é tão complexo e insignificante ao mesmo tempo!
Melhor parar de perder, de perder palavras, pensamentos e tempo!

sábado, 12 de dezembro de 2009

Bons ventos

É chegado o tempo de acordar tarde, alongar o corpo, ritmar a passada, acompanhar o ritmo.
Acreditar no destino, saber esperar o que será fato e ter sabedoria para mudar o que for possível.
Não pretendo fazer julgamentos para também não ser julgada por ninguém, já existem tantos juízes pelo mundo não serei mais uma.
Guardar minhas palavras para momentos indispensáveis, ouvir mais, aprender o que puder e se sobrar tempo arriscar um pouco para ter a certeza que fiz a minha parte.
Deixarei minha janela aberta, e os bons ventos vão me encontrar!
Perfumarei minha casa, meu corpo e minha alma, estarei pronta para apreciar as sensaões que receber.
Nada é nunca será em vão, tecerei minha colcha de retalhos e ela será colorida, aquecerá minha solidão e alegrará meus olhos.
Já sinto a brisa em meio a tempestade e cada gota da chuva lava minha alma, purifica me prepara para a estiagem.
Completo meu ser com meus pensamentos e me mantenho firme. Nada de lamúrias...
Enquanto meus batimentos mantiverem-se ativos permanecerei em movimento na dança da vida.
Que venham os bons ventos estarei aqui de braços abertos, aguardando o toque até que meu destino me reserve novas surpresas!
Minha intuição revela que bons ventos estão chegando e não devo fraquejar!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Concluido

Finalmente terminei, depois de semanas digitando consegui concluir meus relatórios, estou até mais leve...Sensação de dever concluído!
Sobra-me tempo para pensar na vida, no banal, já sentia falta do ócio.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Cansaço

Estou mesmo cansada, com vontade de parar, mas como isso não é possível vou canalizar o meu estado em algo produtivo...está decidido vou ouvir música até meu cerébro entorpecer!
Nada de fadiga, nada de lamurias, só melodia e se resolver...termino o ano profundamente inspirada e leve!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Expectativas

Espero que o tempo pare, que a vida flua, que o medo desapareça, que minha mente se organize...
Tenho tantas expectativas que elas se confundem, mesclam sonhos e desejos, medos e vaidades.
E no meio de tanta turbulência me sobra a fuga, quero distância das minhas expectativas...Um dia de cada vez!
Tenho que me repetir diversas vezes pra manter o foco, e não deixar minha ansiedade dominar minha cabeça.
E só mover meu corpo em direção do que for concreto, obsrervável e seguro...o presente deve ser o meu melhor presente, sem cobranças, medos ou expecativas.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Filosofia barata

As boas meninas vão para o céu, as más vão para todos os lugares!

Tudo vale a pena se a alma não é pequena!

A concorrência é desleal...

Mais vale um pássaro na mão, do que dois voando!

Quem tudo quer nada tem...

Pra bom entendedor meia palavra basta!

A grama do vizinho é sempre mais verde...e talvez os vizinhos compartilhem desta opinião sobre a sua grama!

Viver um dia de cada vez com liberdade, depois só não vale arrependimento nem cobranças...

Cada um escolhe o que quer, e recebe o que merece!

E finalmente...

O tempo é implacável e precioso, o mundo não vai parar só porque você quer!!!

Tanta filosofia barata, carregada de sabedoria!

Que venha o verão...

sábado, 28 de novembro de 2009

Poesia para a vida

Que minha vida se inunde de poesia...Hoje é dia de educar o olhar e ampliar o sentir!

"Ó Pai
Não deixes que façam de mim
O que da pedra tu fizestes
E q a fria luz da razão
Não cale o azul da aura q me vestes
Dá-me leveza nas mãos
Faze de mim um nobre domador
Laçando acordes e versos
Dispersos no tempo
Pro templo do amor
Q se eu tiver que ficar nu
Hei de envolver-me em pura poesia
E dela farei minha casa, minha asa
Loucura de cada dia
Dá-me o silêncio da noite
Pra ouvir o sapo namorando a lua
Dá-me direito ao açoite
Ao ócio, ao cio
À vadiagem pela rua
Deixa-me perder a hora
Pra ter tempo de encontrar a rima
Ver o mundo de dentro pra fora
E a beleza que aflora de baixo pra cima
Ó meu Pai, dá-me o direito
De dizer coisas sem sentido
De não ter que ser perfeito
Pretérito, sujeito, artigo definido
De me apaixonar todo dia
De ser mais jovem que meu filho
E ir aprendendo com ele
A magia de nunca perder o brilho
Virar os dados do destino
De me contradizer, de não ter meta
Me reinventar, ser meu próprio Deus
Viver menino, morrer poeta"

Paulo Cesar de Oliveira

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Felicidade

Buscamos a felicidade em tantos lugares e nos afastamos dela...
A felicidade está dentro de cada ser, na forma como conduz sua vida e faz suas escolhas.
Algumas ações nos aproximam dela, como agir com determinação, manter a verdade, respeitar seus limites e o dos outros, acreditar que para tudo existe uma explicação mesmo que não concordemos com ela.
A cada dia me amo mais, sou fruto de uma história, de relações com o mundo, com pessoas.
Continuo acreditando nos seres humanos, e na capacidade de cada um de se doar um pouco e trocar sentimentos.
Cada desengano me fortalece, ensina e amadurece.
A felicidade me pertence, pois está dentro de mim!
Espero encontrar muitas pessoas dispostas a receber um pouco dos sentimentos que tenho para oferecer, e eles são muitos!
Esqueço algumas dores, elas só foram instrumento de aprendizagem, não merecem destaque na minha vida!
Que a lua continue a ter suas fases, para reforçar a minha crença de que tudo muda, a vida se renova, e nada, exatamente nada é para sempre!
Que o sol brilhe pelas manhãs, para ganharmos energias e enfrentarmos o cotidiano com mais dedicação!
Que as nuvens tragam a chuva, para mostrar que a beleza da vida pode vir na tempestade!
Que eu possa continuar a amar, pois meu coração pulsa, meu cérebro pensa e o ar adentra meus pulmões, e enquanto existir vida continuarei uma romântica incorrigível!
Que minhas escolhas me tragam felicidade, elas fazem parte de quem sou!
Felicidade, sem padrões ou preconceitos, limpa e leve...
Que minha casa seja simples para manter meus pés no chão e proteção sobre meu leito, que no meu bairro existam vizinhos pra dar bom dia, e eles saibam quem sou, que o dinheiro seja fruto do meu trabalho e não da minha escravidão!
...e se depois de tudo isso, ainda existir espaço para mais alegria, que o amor me encontre...estarei feliz esperando!
Lua

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Fim de ano

Chegou a época de varrer a poeira, e esquecer do passado, guardar só o que vale, perdoar o possível, desejar o impossível, acreditar na mágica do calendário.
É quase verão, quase férias...
O trabalho aumenta, mas com prazo para terminar.
Acreditamos em magias infantis, em abraços de boas festas e esquecemos de todo sofrimento.
Adoro fim de ano!!!
Tudo tem mais brilho, cor e intensidade.
Só faltam alguns dias para as minhas férias, quase um mês...e a preguiça será só descanso, a famíla um conforto, o tempo um aliado.
Viva...tá chegando o fim do ano, tudo se renova!!!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Arianas

Um pouco de banalidade pra descontrair em meio ao caos, nada como esquecer pra resolver!

"A mulher de Áries
A mulher de Áries, como uma Joana D'Arc da era moderna, pode ser facilmente enviada para a fogueira. As mulheres deste signo são naturalmente dotadas para postos de liderança, e também precisam de desafios e estímulos para seguir em frente. Podem desta forma parecer pouco femininas, já que tomam a iniciativas de conduzir sua própria vida. A ariana não fica atrás de uma máquina de escrever, ou sentada numa máquina de costura. Enfim, não faz o papel de 'Mulher de Athenas', mas seria sim, a própria deusa Athenas, deusa da guerra, com armadura e tudo! A Ariana não é particularmente maternal, mas se ela for mãe, apesar da impaciência que poderá mostrar com a criança pequena, terá uma grande virtude: A de deixar que as crianças vivam sua própria vida já que ela está ocupada em viver a sua. Ela será porém capaz de conversar com elas mostrando-lhes o caminho a seguir e ajudando-as a enfrentarem com coragem os desafios da vida. Coisa que ela própria faz, é claro!Esta mulher, um tanto mandona, pode assustar o ego masculino que não gosta de competição, pelo menos dentro de casa e muito menos vindo da 'donzela' com quem ele escolheu casar" Dois arianos juntos? Nem pensar! Ela se mostrará muitas vezes competitiva com o parceiro, mas por ser uma pessoa de espírito nobre, dificilmente jogará 'sujo', ou entrará em chantagens e pressões emocionais. Portanto, ela é adequada àqueles que admiram uma mulher forte e corajosa, direta e leal, mesmo se 'pouco feminina".(site somostodosum.ig.com.br)

sábado, 21 de novembro de 2009

Manhãs

Gostaria de saber como ser tão sublime como o amanhecer!

A luz que invade nossos olhos e deixa tudo tão vivo ao mesmo tempo desperta e aquece, tanta beleza e muitas vezes nem percebemos por nos deixarmos escravizar pelo tempo.

Meus olhos se acostumam com a luz, abrem-se e cada célula do meu corpo é tomada por uma energia tão intensa que é quase impossível não ficar feliz.

Cada amanhecer nos reserva novas esperanças, surpresas e a certeza de um recomeço, uma oportunidade de fazer tudo melhor...

Interessante é o acaso, manhãs nubladas que sutilmente nos deixam a mansagem que muitas coisas devem ser vistas por outros ângulos, abrindo espaço para o acaso.

Gosto de enganos, de olhares despretensiosos, de neblina e brisa pra varrer o que não serve mais!

Tudo tem começo, meio e fim, e cada nascer do sol reforça a minha certeza de que o final deveria ser chamado de porta para o renascimento ou mesmo caminho para a aprendizagem. Mudo meu olhar, reflito e percebo nas minúcias grandes textos que só deciframos quando enxergamos de dentro para fora.

Seria triste ver o fim como um desencanto, melhor encará-lo como um caminho, o anoitecer necessário para que o espetáculo da aurora possa acontecer.

Vejo oportunidades de aprender, só me basta decifrar a neblina e ter coragem de arriscar.

Que a vida seja feita de encontros e desencontros, de lágrimas e alegrias, numa eterna reacomodação de sentimentos e sensações!

Para saber amar é necessário descobrir o quanto nos amamos.

Minhas noites tem luar e minhas manhãs luz, e mesmo que meus olhos se fechem ainda poderei sentir a energia, o poder que emana de dentro do meu corpo atraído pelo acaso, pelo incerto, que se firma na certeza de sempre existirem novas oportunidades!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Problemas

Sempre existe uma pequena possibilidade de tudo dar errado, e ás vezes dá mesmo tudo errado.
Parece trágico mas no fundo é engraçado, como somos pequenos diante do acaso, do imprevisto do incontrolável.
Realmente...não existe nada que esteja ruim que não possa ficar pior!
Mas isto não significa que me entregarei, é da minha natureza continuar remando.
E caso os meus problemas se tornem tão grandes que comecem a me cegar vou ser forte e lançar mão de outros sentidos para descobrir o caminho da saída.
Sempre haverá um novo luar, mesmo que demore...
Afinal os problemas existem para refletirmos sobre nossas ações e relações, e ninguém sai ileso depois da tormenta.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Agora vai ser assim...

Hoje decidi mudar alguns hábitos e maneiras...
Começo reorganizando meus hábitos, caminharei mais, falarei menos e tentarei insanamente ouvir, ouvir e ouvir.
Manterei meus planos mesmo que desagradem alguém, firmarei pensamentos mesmo que fundamentados na minha intuição.
Sorrisos brotarão entre as pedras, e podem ser muitas não me importo mais...
Hoje será sempre o fundamental, o momento único que jamais se repetirá!
Agora vai ser assim, manhãs quentes de caminhada para pensar, noites dançantes para equilibrar o que não posso controlar, e noites proveitosas sejam elas em claro ou não.
Descobrirei um caminho a cada dia pra alcançar algo que ainda desconheço, mas pressinto se aproxima...

Agora vai ser assim...

Brisa no rosto, calor na pele.
Busca do oposto que atrai, repele.
Canso para descansar,
destruo para recomeçar.
Calo o grito que não se ouve...
E no meu silêncio de gritos
floresce a aurora,
que nunca terá brilho igual.
Ontem, hoje,sem parar,
traçado desigual.
Junto, longe, perto agora,
brindo o hoje, bebo o agora!

Lua



domingo, 15 de novembro de 2009

Meu eu em você

"Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu
Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar
Quando em meus braços você se acolheu
Eu sou o teu segredo mais oculto
Teu desejo mais profundo,
Teu querer
Tua fome de prazer, sem disfarçar
Sou a fonte de alegria,
Sou o teu sonhar
Eu sou a tua sombra,
Eu sou teu guia
Sou teu luar em plena luz do dia
Sou tua pele, proteção,
Sou teu calor
Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor
Eu sou tua saudade reprimida
Sou teu sangrar ao ver minha partida
Sou teu peito a apelar gritar de dor
Ao se ver ainda mais distante do meu amor
Sou teu ego,
Tua alma
Sou teu céu,
O teu inferno,
A tua calma
Eu Sou teu tudo,
Sou teu nada
Sou apenas a tua amada
Eu sou teu mundo,
Sou teu poder
Sou tua vida,
Sou meu eu em você"

Paula Fernandes

Murmúrio

"Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
- vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
- vê que nem te peço ilusão.
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
- Vê que nem te digo - esperança!
- Vê que nem sequer sonho - amor!"
Cecília Meireles

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Boa música e ótimos interpretes!!!

http://www.youtube.com/watch?v=1b5g80NCkWw

Silêncio

Começo a ouvir, é claro e limpo, ecoa.
Talvez guiada por meus olhos, seduzida por minha vaidade acabei ficando surda e não ouvia no silêncio, mas o tempo a vida, as pessoas me ensinaram a ler o silêncio, senti-lo e entendê-lo.
Bastaria que nos contassem aos quinze anos que tudo que imaginávamos ser o certo seria desconstruido e substituído por algo tão significativo e complexo.
Durante um bom tempo imaginei que ao me tornar adulta seria dona do meu nariz, bastaram alguns tombos para perceber que não temos a posse de nada, muito menos de nossas vidas, e como acreditar ser possível amar e querer alguém para você se no fundo sabemos da impossibilidade disso acontecer.
Escutei em meu silêncio a voz da liberdade, da minha alma feminina que canta, do meu instinto de sobrevivência e da intuição...
E digo meu silêncio grita!!!
Livre, livre, leve, leve, solta, plena, pura e paz!!

E basta calar pra tudo recomeçar, o som do meu silêncio.

Lua

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Sem explicação

Já sentiu uma inspiração sem saber o motivo?
Acordou cantando mesmo com a cabeça cheia de problemas?
Se deu ao trabalho de se sentir feliz independente de ter motivos?
Estou assim!!! E não quero nem pensar , vou sorrir e pronto!!!
É melhor assim, sem nenhum motivo claro, apenas porque me amo e o resto...é só isso, resto!!!
O céu encoberto tinha uma beleza tão única que mesmo se alguém reclamasse não perderia seu encanto.
O apagão, este então foi maravilhoso, sem celular, computador, energia, nada...Só os sons e minha capacidade de tirar do caos a beleza.
Cheguei em casa tão inspirada que podia doar um pouco!
Se é pra amar, vou aproveitar pra me amar...
Se é pra sorrir, vou me acabar gargalhando...
Se é pra viver, vai ser intensamente...
Se é pra fazer, será ao meu modo...
E se incomodar alguém, que seja profundamente...
Quero gritos, sussurros, luz e escuro, tudo e nada...
Não quero explicações, só sentidos, nem sentimentos estão me importando tanto, quero a vida e se vier algo de brinde aceito e fico no lucro.

Sem explicação, agora vai ser assim, se é pra ser feliz será do meu jeito!!

Se fizer sol vai ter calor, se chover vou me molhar, se escurecer vou tatear, e se nada acontecer vou inventar!!!

Tudo assim sem explicação!!!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Trilha sonora para hoje!!

http://www.youtube.com/watch?v=4Ytks9DJhaA

Escolhas

Sempre existem opções, basta descobrir até que ponto temos a coragem de abrir mão de algumas certezas e buscar o novo.
Problemas todos temos, a importância que damos para eles é que faz a diferença.
Confusão, indecisão, medo ou insegurança todos sentem, mas algumas pessoas costumam criar prisões e param a vida justificando a estagnação com estes sentimentos tão humanos.
As fraquezas existem, são poderosas, nem percebemos quando elas nos dominam, mas podemos encontrar formas de acordar e buscar coragem onde nem imaginamos.
Meus lamentos vou jogá-los no lixo, e cada vez que sentir vontade de usá-los vou lembrar que nada justifica usar algo tão pequeno como bandeira.
Acordei cedo, caminhei um pouco mais, observei o entorno e decidi parar de olhar meu próprio umbigo.
Escolhi enfrentar qualquer coisa, seja lá o que for, voltar a rir dos problemas e não esperar dos outros o que depende só de mim.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Os humanos

Hoje fiquei imaginando como um ser de outro planeta poderia nos descrever, acho que seria algo assim:
No planeta de cor azul vivem muitos seres estranhos, eles moram em caixas, e se deslocam em aparelhos apesar de possuirem membros inferiores fortes e saudáveis.
A maioria utiliza acessórios para se comunicar, ficam um bom tempo sentados na frente de telas luminosas e carregam a todo tempo pequenos aparelhos mágicos que transmitem a fala, porém quando se encontram sem estes artefatos costumam ficar isolados e não emitem nenhum sinal sonoro, andam apressados, alguns se esbarram mas não se comunicam.
Os seres pequenos são ensinados pelos maiores a adorar o objeto luminoso que fica localizado na parte central da moradia destes seres, que se reunem e ficam em silêncio, praticamente em transe observando o que é transmitido.
Os machos se reunem e costumam ingerir algumas bebidas e ao retornarem para o ambiente de covivência com as fêmeas se comportam de maneira irracional.
As fêmeas se comportam de maneira estranha, pois tentam desempenhar as mesmas funções que os machos e ao mesmo tempo manter alguns comportamentos que só elas desempenham.
Algumas fêmeas são expostas para observação, mas estranhamente elas não correspondem as características básicas da maioria das fêmeas, que se torturam em rituais de dor para alcançar o modelo apresentado.
Apesar de terem um ecossitema interessante, eles se esforçam pra modificá-lo, e suas intervenções estão causando grandes mudanças no clima o que pode tornar o planeta inabitável.
Observando estes seres me questino sobre a capacidade de raciocínio e de convivência deles, os fatos demonstram que são primitivos e incoerentes.


quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Palavras

As palavras são poderosas, podemos acalentar, irritar, explicar, confundir, finalizar, intervir...
Recebo palavras, elas me tocam, e mesmo mantendo uma postura de defesa é impossível não ouvi-las ecoar na minha mente.
Descobri cedo o poder das palavras, mas cofesso, não as domino, sou uma eterna aprendiz, erro muito, falo quando não devo, deixo escapar flechas que muitas vezes ferem.
Assim que aprendemos a falar deveriamos paralelamente aprender como utilizar corretamente as palavras para conviver melhor.
No fundo gostaria de ouvir palavras doces, embuídas de sentimentos, mas acabo rodeada de lamentos, relatos fragmentos de ações.
Procuro palavras poderosas capazes de apaixonar, que adentrem corações, inspirem canções, narrem coreografias e relembrem o inesquecível.
Devorarei dicionários, manuais, buscarei na literatura, quero palavras, intermináveis e transformadoras!
E se tiver sorte encontrarei algum caminho...

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Calor


Finalmente o calor e o sol a brilhar!!

Estou tão alegre que poderia sair dançando, as pessoas ficam mais soltas, as crianças alegres e a luz torna tudo tão colorido que é impossível não se afetar.
E as noites de lua cheia, tão luminosas e inspiradoras...
Basta olhar com um pouco de atenção para descobrir que a vida é mais do que nossos olhos podem ver, existem encantos capazes de transportar nossa alma para lugares inesquecíveis.
Toda vez que sua vida lhe der algum motivo para reclamar, reflita, olhe e descubra uma forma de se encantar com a natureza e saboreie as sensações que descobrir.
Ser feliz não é algo dado, mas conquistado pelo modo de ver, sentir e amar!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Saber olhar a metade cheia do copo faz toda a diferença! Estar ao lado de quem amo é fundamental.
Poder rir com coisas simples é maravilhoso!

sábado, 24 de outubro de 2009

Paz

Paciência, preciso ter paciência, me repito várias vezes pra acreditar que este é o caminho.
Seria tão fácil se soubesse como controlar minhas vontades, meus medos, desejos e vaidade...
Ver com os olhos é fácil, complicado é enxergar com o coração, entender o que a intuição quer dizer no meio da névoa.
Hoje só queria ter paz, apagar esta angústia que me deixa tão distante...Descobrir a causa pra não precisar ficar apagando os efeitos.
Desejo um abraço que me aconchegue o suficiente pra não pensar, beijos que entorpecem pra aliviar, mão firme pra dar segurança e olhar profundo que despe e aquece...mas por hoje não posso ter.
Quero minha paz, liberdade pra sentir sem doer ou sufocar, sem medo de sofrer!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Tempo

Queria ter menos sonhos, mais caminhos e muitos clones pra dar tempo de ser e fazer tudo que desejo!
A inconstância me faz ser assim, afoita, ansiosa...
Meu tempo é tão cruél, ontem tudo era tão certo, hoje tão desigual, amanhã tão indeterminado e minha vida percorre caminhos que não domino mas desejo.
Penso em como deve ser difícil conviver ao meu lado...em momentos não espero nada, outras vezes quero tanto, e não me cabe apontar caminhos isto faria a vida virar um grande receituário.
Quero tempo pra desvender meu código, descobrir como ler minhas reações, ações, impulsos, pra compreender minha essência e a reação dos que me cercam.
Hoje acordei tão mal humorada...nem me reconheço.
Minha busca de ontem me parece tão vazia, frágil, que se desmonta e meus olhos se esforçam pra ver na neblina o que meu cérebro não consegue organizar...
Quero tempo...muito tempo...dias de 48 horas, noites de sono intermináveis, manhãs repletas de calor, noites ardentes. Quero tanto que se torna pouco ter algo.
Bastaria ser irracional, deixar o corpo responder aos instintos, seguir o faro a sede e a fome, não pensar só sentir!
Que contagem de tempo é esta que não me satisfaz, me condena, rouba o desejo de ser e não ser...
Muito pra deixar, pra fazer, pra sentir e tocar...pouco tempo pra viver, que equação desigual.
Tempo, tarde, cedo, hoje, ontem , amanhã, nunca, quando...que espaço pra ocupar?
Dúvidas, medos, verdades, contrastes, mentiras, pedidos, vaidades, loucuras, sede, realidade, misturados num coração acostumado a ser voluntarioso...
Quero tempo pra sentir, pensar, refletir, viver.
Quero espaço pra errar, arriscar, perder, pedir.
Quero beijos intermináveis, abraços calorosos, saliva quente, mãos firmes e saudade...abraços ternos, olhares profundos, mãos dadas ao pôr do sol...quero agora, amanhã não sei mais!
Tarde, cedo, antes, depois, que tempo será o meu?
Como pode cinco letras nomear algo tão amplo? Tempo...

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Trilha sonora pra um momento especial, letra linda, embala a noite quente...caminha pelo corpo percorre, ondas, sensações, rememora.

"Vagalume

Iaaauêêê iêêêêêê auêêê iêêêêêê áááááááá
Branco, preto, treva e luz
Forte e fraco, já me afasta mais que seduz
Sempre, nunca; louco e são
Leão Leoa e pomba-gira agora iançã
Sempre te quero tudo
Sempre te tenho nada
Logo te percebo, logo te esqueço
Deslumbro o teu silêncio
Na dor da madrugada
Quero te inverso, desejo te avesso
Doce vagabundo, frágil, coração
Facho do mundo, estrelas do chão
És pensamento do tempo
A força dos invisíveis
Vejo te lumiarmente
Um rastro de arco-íííííííris aiááááá aiááááá auêêêêêê ááááááááá
Vagalume, água e terra
Sol e lua, planície e serra
Vagalume, fome e lira
Astro e não astro noite e dia" ( Nilson Chaves )

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Ser mulher

Minha vida está tão movimentada que sinto falta de me ouvir, descobrir onde estão meus verdadeiros sonhos, definir quem sou e como sou...
Trabalho, finanças, família, sentimentos, problemas, tudo misturado e a mulher que habita dentro de mim sente-se sufocada, grita pra sair.
Onde está minha sensibilidade?
Vestir o papel de forte aperta, sufoca...
Sou mulher, mas o que isto significa? O que é ser mulher? Qual meu papel na sociedade e na família?
No princípio eramos responsáveis pelo lar, filhos, companheiro, e hoje?
Sinto que no fundo passamos boa parte do tempo lutando por espaço e descobrindo novas funções que perdemos nossa essência, minha alma feminina se apaga.
Me questiono se esta busca por liberdade não leve ao total desapego, todos querem tanto que no fundo ninguém sabe na verdade o que realmente quer!
Sou mãe e pai porém tenho certeza que não desempenho nenhum dos papéis com clareza, me sinto andrógena, um ser sem definição, mulher boa parte do tempo mas desempenhando funções que ultrapassam minha condição feminina, e começo a questionar se existe espaço pra ressurgir feminina, delicada...Questiono minha vida, quem me cerca, como me relaciono, o que escuto, como me posiciono diante do outro e da realidade.
Termino o dia exausta, meu corpo dá sinais da minha incapacidade diante de tanto, minha mente fervilha com idéias e ideais.
Quero adormecer e acordar suave, terna e feminina, me encantando com flores e o canto dos pássaros, exalando um perfume suave como jasmim misturado ao vento, radiante e misteriosa como a lua, quero poder ser só mulher, afinal já é tanto!

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Mãe é doce


Doce como mel, quente como abraço.

Minha inspiração, luz nos momentos sombrios, certeza de amor incondicional, de porto seguro na tormenta.

Grande amor...eterno, terno.

Mamãe maravilha!!!

Te amo!!!

Vitalidade


Quero manter minha força, descobrir até que ponto posso ir, e se puder pedir mais ter um pouco da energia das mulheres da minha família.

Minha avó materna, vida de lutas, muita garra e personalidade forte!!
Criou suas filhas, mantém sua terra, trabalha, e ainda se mantém lúcida e sábia!! Se a história de herança genética for verdade...Estou bem na foto.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Felicidade

Paixão
Vitalidade
Sinceridade
Desejo
Sol
Lua
Amizade
Alegria
Natureza
Simplicidade
Felicidade

Fim de semana perfeito!!!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Reflexão

Tem momentos que toda paciência do mundo aliada ao bom senso não garantem nossa sanidade...
Que parte do não faça com os outros o que não gostaria que fizessem com você as pessoas não entenderam?
Será que falar a verdade, manter planos, ser correto com os que convivem no mesmo espaço é tão díficil?
Talvez eu viva num mundo de faz de conta e seja um daqueles seres idiotas que acreditam na salvação humana... Estou ácida confesso, mas também é complicado conviver com tanta mentira.
Provavelmente vou dormir e acordar como faço todos os dias acreditando que posso contribuir para salvar o mundo, sou bem prepotente quanto a isso,rsrs!
Talvez minha participação neste jogo sórdido seja bem maior do que imagino, manter minha postura é a alternativa mais coerente no momento.
Vou tomar banho e dormir, melhor não macular meu cantinho de reflexão com mais pirações sobre as relações humanas.
Queria poder matricular todos de volta na Educação Infantil, pra relembrar coisas importantes como aprender a fazer e manter os amigos, a dividir o que tem e ganhar alegria, a separar tempo pra tudo, pra ser justo e arrumar o que desorganizou e o melhor pra ser feliz sem pensar em mais nada.

domingo, 20 de setembro de 2009

Leitura pra compartilhar

Um texto maravilhoso:

"Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso contrário os honestos, simpáticos e não- fumantes teriam uma fila de pretendentes batendo a porta.
O amor não é chegado a fazer contas, não obedece a razão. O verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só referenciais.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco. Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e ela tem alergia a sol, você abomina o Natal e ela detesta o Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. Então? Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Você é bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar. Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e adora sexo. Com um currículo desse, criatura, por que diabo está sem um amor?
Ah!!.. o amor, essa raposa. Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados. Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem consulta ao SPC. Ama- se justamente pelo que o Amor tem de indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos tem às pencas, bons motoristas e bons pais de família, tá assim, ó! Mas ninguém consegue ser do jeito que o AMOR DA SUA VIDA é!"

Roberto Freire.

sábado, 19 de setembro de 2009

Manhã de sábado

Boas músicas pra começar o dia bem, nada melhor que acordar tarde, exercitar o ócio e ouvir boas canções!

http://www.youtube.com/watch?v=g-9C9E2YVz8

http://www.youtube.com/watch?v=Ph-pLZEVWGs

http://www.youtube.com/watch?v=sBB43DLRbe0

Dia nublado, ar preguiçoso, corpo aquecido, mente aberta e alguma paz.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Padrão

Não me ofereça seus julgamentos, não os quero.
Dispenso seus padrões, regras de tratamento, estratégias de convívio, hábitos comuns.
Me ofereça sua verdade e prepare-se para minha, pode ser que exista o desencontro, verdades são densas e podem assustar.
Permaneça no caminho, não se esquive com o medo, prossiga.
Sou avessa aos padrões mas aprecio comportamentos, tratamentos e relações.
Se for pra falar, que seja olhando nos olhos.
Se for pra abraçar, que seja com ternura.
Se for pra caminhar, que seja de mãos dadas.
Se for pra ser você, que seja agradável.
Não quero meios termos, aprecio rompantes, carinhos intermináveis, debates animados e olhares de ternura que perfuram a pele e adentram a alma.
Fuja do padrão, ofereça seu melhor...

Na multidão

Estou num dia tranquilo, e minha trilha sonora de hoje é:

Na multidão

Composição: Ana Cañas/Liminha/ Arnaldo Antunes



"Eu não sei por que que eu fui nascer
Por que que eu vim de lá pra cá
Eu só sei que, agora, eu vou ficar
Só pra desestabilizar

Eu cheguei querendo só mamar
Mas me tiraram pra dançar
Eu dancei
E depois que eu comecei
Não conseguia mais parar

Na multidão
Na multidão

Veio o um querendo me comer
Veio o dois querendo me amar
Mas o três veio logo me dizer
Ponha-se no seu lugar

Respondi: Não vim pra responder
Eu vim aqui pra perguntar
Já fui eu, agora eu sou você
Equilibrar o habitat

Na multidão
Na multidão"


Música de qualidade, voz incrível !!!
Quero o cd Hein? da Ana Cañas!!!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

...

Busco no silêncio a paz que não possuo, e dentro dos meus pensamentos o aconchego que necessito.
Minha palavras se foram, e com elas tantas coisas mais...

terça-feira, 15 de setembro de 2009

http://www.youtube.com/watch?v=4Ytks9DJhaA

Trilha sonora do dia...

Volta pra casa

Trabalhei o dia todo pensando em como resolver meus problemas domésticos, e não consegui encontrar uma solução...
Ser mulher é maravilhoso, mas em alguns momentos me pergunto se tenho realmente a oportunidade de ser feminina, é tão complicado administrar vida pessoal, profissional, sentimental e ainda exercer papéis múltiplos dentro da minha casa.
Fui dormir tarde tentando descobrir uma solução para um problema na fiação elétrica da minha casa, parece simples, mas domino a arte de organizar, limpar, cozinhar, administrar finanças domésticas, quanto aos pequenos reparos de manutenção sou completamente alheia, desconheço e confesso tenho medo. Desempenhar função dupla dentro de uma casa é estressante, ser mãe e pai, resolver tudo, responder tudo...
Voltei pra casa e encontrei meus problemas da mesma maneira que deixei, mas meu corpo estava exausto e minha cabeça cheia.
Queria dividir isto com alguém, mas não posso. Não seria justo despejar tudo nos ouvidos da minha filha, e muito menos me lamentar pra alguém, vim escrever para me aliviar.
Continuo acreditando na minha capacidade de enfrentar problemas, que fiz as escolhas certas, tudo tem solução.
Volto pra casa e hoje foi difícil ser a mesma de sempre, mas me resta ser quem posso, e torcer pra aparecer um anjo com boa vontade pra estender a mão, e se der pra sonhar mais emprestar as asas também.

domingo, 13 de setembro de 2009

Querer

Quero tudo, muito, minha alegria e a sua.
Quero o tempo, parar e correr...
Quero o encontro, o desencontro, a chegada e a despedida!!!
Quero os beijos, os abraços, as mãos dadas...
Quero água e fogo, mar e céu, terra e ar, Lua e Sol.
Quero tudo...quero querer!

Veja






Olhe bem, sinta

Acredite, tente

Toque não tenha medo

Fale, alguém ouvirá

Abra, troque

Perder é algo que faz parte

Ganhar também

Descubra beleza no simples

Não acredite em padrões

Escute sua voz

Mantenha laços

Derrube muros

Levante, trabalhe

O mundo é nosso...

Veja o Sol nasce todo dia num espetáculo maravilhoso e raramente paramos para olhar, mesmo assim ele se mantém firme, belo.

Descubra um modo de se abrir, faça sua aurora.

O calor, a luz, a energia vão se espalhar, e todos ganharão...





quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Sentidos

Minha mente está fascinada, meus olhos estão fixos, meu corpo responde...
Sim a vida é bela, cada canto seu encanto, cada dia um espetáculo.
Estou apaixonada por viver... Quero beber cada gole de minha vida, não deixarei nenhuma gota sobrando, e nenhum medo me impedirá!
Abri as portas, dei muitos passos, experimentei diversos sabores, ajustei meu paladar, e agora posso sentir, saborear.
Meus sentidos, minha vida, atrelados num só rumo.
Estou aqui e agora posso, devo e irei me amar.
Minha paixão se renova, transforma, poderosa, avassaladora e contagiante.
Viverei o agora e não irei prever o amanhã, me lançarei a deriva desfrutando cada sensação, e caso o destino me assuste ouvirei meu coração.
Meus sentidos me fascinam, cada dia, cada aurora uma nova descoberta... Me apaixono por sentidos, sentimentos e sensações.
Viva o presente, viva a vida, viva!!!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Posso ver meu caminho

Caminhei muito tempo, cheguei a perder o fôlego
Recuei muitas vezes, cheguei a sentir medo
E busquei nos meus sonhos, criei ilusões
Me perdi no caminho, cheguei a duvidar

Estou neste ponto, não dá pra recuar
Envolvida em palavras,
posso ouví-las gritar...
Minha alma sai do corpo, busca longe
Mar sem fim
E descobre pouco a pouco
terra e mar dentro de mim.

Hoje tive bons motivos pra acreditar que nunca devemos desistir, mesmo ouvindo muitas opiniões contrárias, sempre haverá um caminho, busco o meu, aquele que acredito ser o certo.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Tomo a liberdade de emprestar palavras, que por sua beleza traduzem tanto...

"Presente do sol

E é assim...
A mesmice apaga o fogo, e frios...
caminhavam.
Fugindo de envolvimento.
Desacreditavam...
Até a libido congelou..
Mas de um ponto qualquer do mundo
o sol a presenteou
Com aqueles olhos tristes de menino perdido
Que agora se achou...
Amor...
coisa louca, ilumina
Na seqüência, desatina.
E foi assim... dia apos dia
Ela, que já não acreditava, para crer que seria possível
Teve que digerir que não era mais sozinha.
Envolvimento maior a cada dia...
De repente, tudo muda , a uma pessoa pertencia
E com esta tal de saudade...
Sabia que conviveria.
Agora?!
Vai pra cama.
Presença viva na memoria.
Na boca a vontade do gosto do beijo
Na pele...
queria tatuado o corpo dele. "

Glória Salles

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Sol

Sol
Que poderes são estes?
Quanto pode alterar?
O Sol me acordou e acompanhou o dia inteiro, como imaginava renovou minhas forças, sim estou pronta pra voltar...
Cada raio de sol que toca minha pele, aquece, afeta, renova.
Deveriamos ter o hábito de tomar banho de sol diariamente na vida adulta, produzir vitaminas, refazer forças, sintonizar poderes...
No fundo devo ser um pouco felina, ficar ao sol, descansando é revigorante, aprimora os sentidos!
Deitei na grama e me entreguei aos raios do Sol, contemplei sua complexa simplicidade.
Natural, esta seria a palavra pra definir...
"Se Deus quiser
Um dia eu quero ser índio
Viver pelado
Pintado de verde
Num eterno domingo
Ser um bicho preguiça
Espantar turista
E tomar banho de sol
Banho de sol!
Banho de sol!
Sol!...


Se Deus quiser

Um dia acabo voando
Tão banal assim
Como um pardal
Meio de contrabando
Desviar do estilingue
Deixar que me xingue
E tomar banho de sol
Banho de sol!
Banho de sol!
Banho de sol!..." (Rita Lee)
Acordei com o sol aquecendo o meu rosto, e ontem meu dia teve tantas surpresas, tive medo...
Quando chove fico nostalgica, mas assim que o sol reaparece meu corpo se enche de esperança e reaparecem forças...coisa de mulher ariana, movida pelo fogo.
Ontem dediquei meu dia pra minha filha, e foi tão bom, acho que nós duas nos lembraremos pra sempre desta data, existem elos inquestionáveis, indissolúveis.
Quero que hoje seja maravilhoso...preciso ter alegrias, esquecer o susto de ontem, e manter a minha esperança na vida, nas pessoas e nas relações humanas.
Sete de setembro, dia do sol brilhar...

"Ooooh!You've gotta live every single day
Like it's the only one
What if tomorrow never comes?
Don't let it slip away,could be our only one
You know it's only just begun
Every single day, may be our only one
What if tomorrow never comes?
Tomorrow never comes"

domingo, 6 de setembro de 2009

Fortuna e prosperidade!!!

Pensei muito esta noite, sobre como minha vida está...
Não tenho grandes ambições, quero uma vida simples com tranquilidade e alegria, preciso de um lugar pra morar, comida e algum conforto, dinheiro não representa algo de grande valor, prefiro ter paz.
Ontem fui passear com uma grande amiga, alguém que amo verdadeiramente, entramos numa pequena galeria de arte, um lugar interessante repleto de pedras, incensários, imagens exotéricas, e artesanato. Nos foi oferecido um casal de alguma entidade que não recordo o nome que traziam fortuna e prosperidade, e felizmente nós duas respondemos que não precisavamos já tinhamos o suficiente.
Pensei na nossa resposta...
Temos tanto que vale a pena compartilhar o que é ter muito.
Vou falar especificamente do que eu tenho pra não correr o risco de esquecer de algo.
Minha família é amorosa, meu trabalho é ótimo, tenho uma filha que me traz inumeras alegrias, tenho objetivos claros de vida, sou apaixonada , meu trabalho me permite pagar minhas contas e viver de forma simples mas digna, e a felicidade que me interessa se inicia dentro de mim.
Por tudo isso sou próspera, tenho uma fortuna que o dinheiro não compra...a grande vontade de viver!
Acordei cedo neste domingo, tenho muito pra fazer, mas chove lá fora e meu tempo será reorganizado, tudo se resolve quando existe vontade. Estou feliz, por saber que estou me desenvolvendo, crescendo a cada dia, errando e acertando.
Meu presente é um presente!!
Não vou ser hipócrita e afirmar que nada está faltando, mas o que ainda não tenho depende do destino, devo ser paciente, na hora certa terei. Como diria minha bisavó que agora mora no céu, "tudo ao seu tempo, o que tiver que ser seu menina será, confie em Deus, ele sabe o que faz!" E como minha bisa foi uma das pessoas mais sábias que já conheci, é melhor confiar e manter o corpo ereto e a mente sã.
Sete de setembro, dia da independência, a minha!!!

sábado, 5 de setembro de 2009

Minha família me fez assim

Refleti sobre quem eu sou, como fiz minha história e como pretendo continuar a escrevendo.
Meu presente é tudo de concreto que possuo, e valorizo cada minuto, ele pode ser o último.
Meu passado deve ser um alicerce pro hoje, mas não guardo nenhum ressentimento de nada que já passou.
O futuro, ele é tão utópico...Posso sonhar e desejar felicidade, saúde e amor.
Fui criada numa família maravilhosa, com pais presentes e que me mostraram com suas ações como ser quem sou hoje. Tenho a mãe mais doce e carinhosa do mundo, que me ama, ouve, apoia e aconselha. Um pai firme, que muitas vezes não compreendi quando ele tentava me proteger do sofrimento, um homem trabalhador, bom marido e pai presente.
Vi na minha casa como um amor pode ser cultivado, uma família pode ser construida, talvez por achar tudo tão lindo me casei tão cedo, buscava pra mim um pouco desta felicidade.
Tenho uma filha maravilhosa, incrível, que me dá amor, respeito e força.
Sou uma mãe presente, capaz de fazer qualquer coisa pra proteger minha filha, busco ser amiga e exemplo.
Trabalho com dedicação e alegria, amo minha profissão.
Tenho boas amigas que me estendem a mão quando necessito e me fazem rir nos momentos de tristeza.
Acredito na vida, no amor, na capacidade das pessoas de construir e reconstruir suas vidas.
Sei quem sou, uma mulher responsável que trabalha muito, cuida da sua casa com carinho, sem vergonha de dizer que gosto de ser dona de casa, cozinhar pra minha família e vê-los saboreando com prazer os pratos que preparo,gosto de lavar e passar a roupa e ver minha filha linda e perfumada, zelar pela higiene da minha casa para viver num lugar confortável.
Sou uma pessoa simples, de hábitos comuns, que vai a feira, ao mercado, e paga suas contas em dia.
Sou uma pessoa como tantas outras espalhadas neste mundo.
Sou principalmente mulher, alguém que tem seu valor, e devo sempre lembrar disso.
Tudo que sou foi construido graças ao suor de pessoas que amo, inclusive do meu, e sempre vou honrar o que me foi ensinado no passado, minha base pra viver meu presente.
Obrigado mãe e pai por todo o amor, minha filha por sua existência e paciência.
Obrigada amigas que me escutam, animam e apoiam.
Obrigado Deus por me dar a chance de ser quem sou.